“Carne Fraca”: 50 dias após escândalo, missão da UE inspeciona frigoríficos brasileiros

8 May 2017

No começo do mês, veterinários da União Europeia (UE) chegaram ao Brasil para inspecionar frigoríficos de carne bovina, suína e de frango nos estados do Paraná, Goiás, Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso. Os especialistas permanecerão no país até 12 de maio. As exportações brasileiras de carne diminuíram em volume no mês de abril, mas aumentaram em termos de valor em comparação com abril de 2016. Como resposta à Operação “Carne Fraca”, ainda hoje há mercados fechados às importações brasileiras.

 

A equipe de seis veterinários da UE passou o dia 2 de maio no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) com o objetivo de verificar as medidas adotadas pelo governo brasileiro após a Operação. O trabalho dos veterinários começou por Goiás, Paraná e Santa Catarina. Foi apenas em reunião com a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA), ainda no dia 2, que os locais a serem visitados em cada estado foram definidos.

 

A Operação “Carne Fraca” teve início em 17 de março. Ao final daquele mês, as exportações de carne registraram aumento de 9% em comparação com o mesmo mês do ano passado, apesar da imediata repercussão negativa. Durante o mês de abril, a quantidade de carne exportada pelo Brasil diminuiu 13,3%, mas o valor das exportações subiu 0,2%.

 

Em relação a um dos estados investigados, Santa Catarina registrou diminuição de 16,8% na quantidade exportada de aves e suínos em relação a março. Em relação ao mês de abril de 2016, entretanto, o volume exportado é 32,9% maior.

 

A resposta dos maiores importadores de carne brasileira à Operação incluiu maior fiscalização e embargos temporários. Segundo o ministro Blairo Maggi, dez países ainda precisam decidir se reabrirão seus mercados à carne brasileira. O ministro assegurou que se trata de um “volume muito pequeno” das exportações nacionais. Apesar da diminuição de 99,9% das exportações brasileiras de carne registrada em 21 de março, a reposta internacional foi menos incisiva do que se imaginava, segundo oficiais do MAPA. Em parte, esse quadro está relacionado à estratégia de engajamento do Ministério com fins de apaziguar as autoridades dos principais parceiros comerciais do Brasil (ver Boletim de Notícias Pontes).

 

No âmbito da UE, o Parlamento Europeu manifestou preocupação com a incapacidade dos mecanismos de controle da UE não terem descoberto a “fraude sistêmica” que diz respeito à carne adulterada em alguns frigoríficos brasileiros. Além disso, outra importante indagação é relacionada ao impacto da Operação sobre a negociação do acordo de comércio entre Mercado Comum do Sul (Mercosul) e UE.

 

Reportagem Equipe Pontes

 

Fontes consultadas:

 

Diário de Goiás. 10 países continuam indecisos sobre importação de carne do Brasil, diz ministro. (05/05/2017). Acesso em: 05/05/2017.

 

G1.com. Balança comércio registra superávit recorde em março. (03/04/2017). Acesso em: 05/05/2017.

 

______. Quantidade de exportações de carnes cai em abril, mas valor das exportações sobe. (02/05/2017). Acesso em: 05/05/2017.

31 May 2010
Os esforços em direção à aprovação de uma legislação nacional sobre o clima nos Estados Unidos da América (EUA) foram retomados por meio da introdução de uma nova proposta de lei no Senado daquele...
Share: 
31 May 2010
Produtores de óleo de palma da Malásia e Indonésia anunciaram, em 3 de maio, a criação do Grupo de Óleo de Palma Indonésia-Malásia, que reunirá seis associações de produtores desses países, com o...
Share: