Autoridades russas inspecionam frigoríficos no Brasil

27 November 2013

Autoridades sanitárias da Rússia desembarcaram no Brasil em 25 de novembro para vistoriar estabelecimentos que produzem carne bovina, suína e de aves. A missão será dividida em três grupos para visitar propriedades rurais, laboratórios e frigoríficos em Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. As vistorias ocorrerão entre os dias 26 de novembro e 6 de dezembro.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), trata-se de uma inspeção de rotina normalmente realizada duas vezes ao ano. A Rússia é o mais rigoroso entre os países importadores de carne brasileira e já impôs restrições a vários frigoríficos do país, embora haja um constante esforço por parte do setores público e privado no Brasil para se adequar às exigências russas.

Em 2011, autoridades russas suspenderam a importação de carne de diversos estados brasileiros, sob o argumento de que apresentavam condições sanitárias insatisfatórias. No final do ano passado, a Rússia retirou o embargo de três estados brasileiros e habilitou novas plantas localizadas em estados não embargados. Todavia, algumas plantas ainda constituem alvo de restrições.

A chegada da missão russa ao Brasil ocorre dias após a reunião entre o chanceler brasileiro, Luiz Alberto Figueiredo, e o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguei Lavrov, em Moscou (Rússia), para discutir as relações bilaterais e aprofundar a associação estratégica entre os dois países no âmbito das organizações internacionais.

O Brasil é o maior parceiro econômico da Rússia na América Latina, e os dois países mantêm relações próximas no âmbito do G-20 e dos BRICS. Embora tenha sido abalado pela crise, o comércio entre os dois países cresceu quase 300% entre 2003 e 2012. “Estamos no caminho para alcançar um volume anual de comércio de US$ 10 bilhões, meta estabelecida pelo ex-presidente brasileiro Lula da Silva e pelo presidente russo Vladimir Putin”, comentou Lavrov.

Na oportunidade, Figueiredo exprimiu sua satisfação pela decisão da Justiça russa de conceder a liberdade sob fiança à ativista do Greenpeace Ana Paula Maciel, detida juntamente com 30 outros ecologistas durante protesto contra a exploração de petróleo no Ártico, em 19 de setembro. "Estou muito contente com a coincidência de ter sabido da decisão do tribunal quando cheguei à Rússia", destacou o ministro brasileiro.

Reportagem Equipe Pontes

Fontes consultadas:

Agência Brasil. Brasil e Rússia querem intensificar negócios em US$10 bilhões. (20/11/2013). Acesso em: 26 nov. 2013.

Gazeta Russa. Brasil e Rússia reforçam parceria estratégica. (21/11/2013). Acesso em: 26 nov. 2013.

MAPA. Missão russa visita estabelecimentos brasileiros. (25/11/2013). Acesso em: 26 nov. 2013.

Pontes. Brasil e Rússia avançam em negociações, mas embargo persiste. (15/02/2013). Acesso em: 26 nov. 2013.

26 November 2013
Para baixar o arquivo em pdf, clique aqui . Como era esperado no caminho para a 19ª Conferência das Partes (COP, sigla em inglês) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC...
Share: 
27 November 2013
Comércio em Serviços Energéticos Sustentáveis ICTSD – novembro 2013 A facilitação do comércio de bens que podem promover o uso de energias sustentáveis pode constituir uma poderosa ferramenta na...
Share: