Ministério da Agricultura lança primeira resposta institucional à alta dos alimentos

21 July 2008

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) publicou, no dia 2 de julho, a versão bienal do Plano Agrícola e Pecuário para o período de 2008/2009. Trata-se da primeira resposta institucional do Brasil à alta no preço dos alimentos. O Plano destaca o papel do país nesse contexto, uma vez que é “um dos poucos países do mundo que produz o suficiente para abastecer a demanda interna, em crescimento e, ao mesmo tempo, é o país que mais cresce no mundo em geração de excedentes”.

Conforme declarado em diversas ocasiões pelo Presidente Luís Inácio Lula da Silva, a resposta brasileira à crise dar-se-ia pelo aumento da produção de alimentos (ver Pontes Quinzenal, Vol. 3, No. 12, disponível em: ). No Plano do MAPA, o principal canal para a expansão da produção é o aumento das linhas de crédito ao setor agropecuário, por meio do qual se espera aumentar em 5% a produção brasileira de grãos. Para a safra correspondente ao período de 2008/2009, está prevista a concessão de um volume de crédito no valor de R$ 78 bilhões, o que representa um aumento de R$ 8 bilhões em relação à safra do biênio anterior. Esse montante divide-se entre agricultura empresarial (R$ 65 bilhões) e familiar (R$ 13 bilhões). O Plano prevê, ainda, um aumento do limite de adiantamento por produtor e algumas modificações das normas de crédito rural, com vistas a facilitar o acesso.

No eixo referente ao crédito rural, cabe destacar o programa de Produção Sustentável do Agronegócio (PRODUSA). Criado com o objetivo de estimular a recuperação de áreas degradadas e fomentar a adoção de sistemas sustentáveis, o PRODUSA disporá de R$ 1 bilhão, originário do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

No que diz respeito ao apoio à comercialização prevista no Plano, o governo promoverá, durante o ano de 2008, leilões de contratos de opções de vendas antes do plantio, a fim de garantir aos produtores a comercialização de suas safras em 2009. O Plano do MAPA destaca, ainda, que o sucesso das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) é imprescindível para reduzir as restrições encontradas nos setores de logística e transportes, que elevam os custos de produção, já onerados pela alta mundial das commodities agrícolas.

Reportagem Equipe Pontes

Fontes consultadas:

Agência Brasil. Plano Agrícola e Pecuário destinará R$ 78 bilhões para a safra 2008/2009. (02/07/08). Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2008.

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Plano Agrícola e Pecuário 2008/2009. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2008.

21 July 2008
O Parlamento e o Conselho Europeu aprovaram um acordo provisório para incluir as emissões de dióxido de carbono (CO2) produzidas pela aviação no regime de comércio de licenças de emissão de gases de...
Share: 
21 July 2008
Para ser importado pela União Européia (UE), o etanol brasileiro deverá cumprir requisitos sócio-ambientais relacionados a desmatamento, mão-de-obra e impactos para a produção de alimentos. Os termos...
Share: