Mercosul e Coreia do Sul iniciam negociações para acordo comercial 4+1

31 May 2018

Com o objetivo de iniciar negociações para um acordo comercial, os ministros das Relações Exteriores dos países do Mercado Comum do Sul (Mercosul) reuniram-se, em Seul, com o ministro de Comércio, Indústria e Energia da Coreia do Sul, Hyun Chong Kim. Realizado em 25 de maio, o encontro inaugurou oficialmente as tratativas, as quais devem ser intensificadas no segundo semestre de 2018.

 

Para Marcos Jorge, ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil, o lançamento das negociações reafirma o compromisso das partes em incrementar seu intercâmbio comercial. Segundo o ministro, a aposta do governo brasileiro nas tratativas busca impulsionar a inserção do Brasil e do Mercosul na rede internacional de acordos comerciais para incrementar os números do comércio brasileiro. Além de Marcos Jorge, participaram do encontro os ministros de Relações Exteriores dos países que integram o Mercosul.

 

Em comunicado de imprensa conjunto, os representantes dos membros do Mercosul e da Coreia do Sul apontaram que o acordo que passa a ser negociado contemplará temas como comércio de bens e serviços, compras governamentais, propriedade intelectual, comércio eletrônico, investimentos, desenvolvimento sustentável e competitividade.

 

O Brasil mantém relações bilaterais com a Coreia do Sul desde 1959. Na última década, o diálogo entre os dois países ocorreu por meio do Comitê Conjunto de Promoção de Comércio e Investimentos. Nas seis reuniões que já haviam sido realizadas nesse âmbito, as partes enfatizaram a importância do apoio a micro e pequenas empresas, da facilitação de comércio, das trocas de informações na área industrial e da cooperação na área de investimentos.

 

A Coreia do Sul é o 13º destino das exportações brasileiras e a quinta principal origem das importações. Nas vendas do Brasil àquele país asiático, destacam-se os produtos básicos, como minérios, milho, soja e algodão, seguidos de manufaturados e semimanufaturados. No sentido oposto da corrente de comércio, o Brasil importa da Coreia do Sul principalmente produtos manufaturados, tais como máquinas, automóveis, plásticos, veículos para vias férreas, produtos farmacêuticos e instrumentos de precisão.

 

Além do lançamento das negociações para um novo acordo, os representantes de Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai participaram do fórum empresarial organizado pela Associação Coreana para o Comércio Internacional (KITA, sigla em inglês). O evento promoveu rodadas de negócios e trocas de informações com empresários sul-coreanos sobre as oportunidades de negócios e investimentos no Cone Sul.

 

Reportagem ICTSD

 

Fontes consultadas:

 

EBC. Mercosul e Coreia do Sul começam negociações para acordo comercial. (25/05/2018). Acesso em: 29/05/2018.

 

Itamaraty. Declaração conjunta por ocasião do lançamento das negociações para um acordo de comércio entre a Argentina, o Brasil, o Paraguai e o Uruguai, Estados Membros do Mercosul, e a Coreia do Sul. (28/05/2018). Acesso em: 29/05/2018.

 

MDIC. Ministro participa do lançamento das negociações entre Mercosul e Coreia. (25/05/2018). Acesso em: 29/05/2018.

26 May 2018
Recentemente, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) publicou um estudo inédito que apresenta uma imagem preocupante da burocracia que incide sobre o comércio exterior brasileiro. O estudo mostra...
Share: 
31 May 2018
Mecanismo de Solução de Controvérsias nos Acordos Regionais de Comércio: modos, desafios e opções para uma resolução efetiva de disputas ICTSD – abril 2018 A importância dos acordos regionais de...
Share: