Ministros do Comércio do G-20 apoiam implementação do Acordo de Bali

23 July 2014

Os ministros do Comércio dos países do G-20 – grupo que reúne as maiores economias do mundo – comprometeram-se, em 19 de julho, reunidos em Sidney (Austrália), a colocar em prática as normas de facilitação do comércio, como forma de impulsionar o crescimento econômico mundial. Na declaração divulgada no encerramento do encontro, os ministros declararam apoio à plena implementação do Pacote de Bali, incluindo o acordo sobre facilitação do comércio – conforme os prazos definidos – e a criação de uma agenda de trabalho.

 

"Nós concordamos que isso é fundamental para garantir um futuro sólido para o sistema de comércio multilateral. E reafirmamos  a importância da capacitação para ajudar os países em desenvolvimento a implementarem os seus compromissos", afirmou o ministro australiano Andrew Robb, que presidiu a reunião.

 

O secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Ricardo Schaefer, que representou o ministro Mauro Borges, expressou a preocupação do governo brasileiro com o lento ritmo das negociações desde que o acordo foi alcançado, em dezembro de 2013.

 

"A própria construção da agenda do pós-Bali e a finalização da Rodada de Doha, que tanto interessa aos países em desenvolvimento e de menor desenvolvimento relativo, dependem da implementação do pacote de Bali", declarou Schaefer.

 

Participaram da reunião os ministros do Comércio do G-20 da África do Sul, Alemanha, Arábia Saudita, Argentina, Austrália, Brasil, Canadá, China, Coreia do Sul, Estados Unidos, União Europeia (UE), França, Índia, Indonésia, Itália, Japão, México, Reino Unido, Rússia, Turquia, além do diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, e de convidados de Cingapura, Espanha, Mianmar e Nova Zelândia, e ainda do Banco Mundial e da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

 

Como parte das atividades do encontro, Schaefer participou de reuniões de monitoramento de comércio com autoridades de três países. Com o Reino Unido, Schaefer discutiu questões relacionadas às negociações do acordo envolvendo a UE e o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e à implementação do Acordo de Facilitação do Comércio. O secretário do MDIC mostrou interesse na troca de experiências sobre o UK International Trade Single Window, a versão britânica do Portal Brasileiro de Comércio Exterior, um sistema de janela única para simplificar os processos de importação e exportação. No Reino Unido, este processo teve início em 2006, enquanto que o Brasil lançou a primeira fase do Portal em abril deste ano.

 

Com o Canadá, o Brasil concordou em continuar os diálogos exploratórios para um futuro acordo de livre comércio com o Mercosul. Durante a reunião com as autoridades brasileiras, o ministro canadense Edward Fast mostrou interesse em retomar as discussões do Fórum de CEOs Brasil-Canadá, no qual 6 presidentes de grandes empresas de cada país conversam sobre temas como comércio, finanças, transparência regulatória, desenvolvimento sustentável, ciência e tecnologia, vistos e simplificação legislativa.

 

No encontro com o ministro do Comércio da Nova Zelândia, Tim Groser, a delegação brasileira propôs a construção de uma agenda de cooperação na área de nation branding, conceito que define estratégias de posicionamento de imagem de um país. A Nova Zelândia é considerada uma das referências mundiais nesta área, que pode ajudar a impulsionar o turismo e as exportações.

 

Reportagem Equipe Pontes

 

Fontes consultadas:

 

MDIC Online. Brasil realiza encontros bilaterais durante reunião de comércio do G20. (18/07/2014). Acesso em: 23 jul 2014.

 

______. Ministros de Comércio do G20 declaram apoio à implementação do Acordo de Bali. (21/07/2014). Acesso em: 23 jul. 2014.

22 July 2014
OMC Para mais informações, clique aqui . 29 de agosto Reunião do Órgão de Solução de Controvérsias Local: Genebra, Suíça OCDE Para mais informações, clique aqui . 31 de agosto a 5 de setembro Semana...
Share: 
25 July 2014
O Grupo de Trabalho (GT) da Organização das Nações Unidas (ONU) encarregado de elaborar uma série de propostas de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) adotou, em 19 de julho, um documento...
Share: